terça-feira, julho 14, 2009

Crônicas da Vida - Cirque du Soleil

Olá a todos que lêem diariamente ou semanalmente meus e-mails, estou enviando um vídeo do Cirque du Soleil em anexo.

Já tive a oportunidade de ir a este circo e,mesmo sem conhecer os propósitos e ideais do circo, gostaria de dizer, apenas, que vale muito a pena assistir.
Mais do que isso é um projeto onde a única atração é o ser humano, sem animais "adestrados".

Acredito mesmo que podemos incentivar esta idéia como um ideal. O circo é sempre uma oportunidade de despertar desta catalepsia social "onde" dormimos às margens da vida.
Lucio Mauro*, ator e comediante, contesta esta nossa mania de chamar as pessoas de "palhaço" no sentido pejorativo...

Ser chamado de palhaço deveria ser um elogio...E numa leitura espiritualista, não seria o "palhaço" o Louco das cartas de Tarot? Este mesmo louco é quem segue uma lógica própria e não a lógica convencional de entender este mundo...

Louco é quem aprendeu a ouvir e seguir sua intuição e inspiração.Realmente um contra senso, o que é normal num mundo de valores invertidos. O médium é alguém "louco" com objetivos subjetivos, crendo numa realidade ideal e intangivel, como se tangivel fosse.O palhaço ao tornar visivel sua máscara está desmascarado...

E o objetivo maior de se mostrar "desmascarado com máscara" é apresentar a nós mesmos nossas máscaras... Máscaras de pessoas, comuns como todos nós, que deixamos de viver nossas vidas para viver algum "papel" nesta sociedade de "teatro" que
criamos para nós mesmos.

É cada vez mais complicado viver neste mundo e por isso vamos colocando
nossos objetivos de vida em função do mundo... Do que o mundo nos pede para "representar" a fim de que sejamos aceitos e quem sabe até aplaudidos... Nos movimentamos em função se satisfações pessoais, pequenas e grandes...

O louco e o palhaço estão muito mais conscientes do seu livre arbitrio que
nós, pois embora nos orgulhemos de dizer que temos este tal de "livre arbitrio"
contiuamos nos portando e tomando decisões totalmente previsíveis... Somos
instintivos... A unica maneira de vencer é ir além do "EU", além do EGO, além do
personalismo, para alcançarmos o "NÒS", o desprendimento e a transcendência da
"persona"...

Que o circo, o palhaço e toda sua magia possam nos "acordar" para uma
realidade maior... Obrigado pela atenção e paciência de ler este texto, São apenas reflexões de quanto é importante o circo... E que os circos continuem existindo, porém com novas propostas...

Alexandre Cumino:.

*Peça 30-80 com Lucio Mauro pai e filho.
Fonte: Enviado por email pelo próprio autor do texto. video

Nenhum comentário: